Seja bem vindo ao site Gandu FM!

No Ar
Notícias Atualizadas
Curso Popular abre inscrições para turmas do Pism e Enem em Juiz de Fora
Ex-vereadora de Curitiba Kátia Dittrich é condenada por improbidade administrativa por exigir parte do salário de assessores parlamentares
Assista ao BDA desta quinta-feira
PM prende 2 suspeitos de tráfico e apreende drogas em Contagem
WhatsApp (73) 9 9976 -5088
Promoções
GANDU FM
Locutores
NOITE DE SUCESSOS
AGÊNCIA NACIONAL
LUIZ FERNANDO
KÁTIA SKARINY
PAULO SÉRGIO
ADAILTON SOUZA
Enquete
Nenhuma registro encontrado
Previsão de Tempo
Estatísticas

Visitas: 1331696

Usuários Online: 3

Brasil

Ambev é condenada em R$ 5 mil por objeto dentro de Pepsi

Publicada em 27/02/18 às 18:56h - 298 visualizações Gandu FM

Link da Notícia:
Compartilhe
   

Ambev é condenada em R$ 5 mil por objeto dentro de Pepsi
© Getty Images Em sua defesa, a Ambev afirmou que o consumidor não comprovou qualquer dano causado pela ingestão do produto  (Foto: VEJA.com Thaís Augusto)

Ambev foi condenada a pagar 5.000 reais em danos morais para um consumidor que encontrou um material metálico dentro de uma garrafa do refrigerante Pepsi. A decisão da 5ª Vara Cível de Belo Horizonte foi publicada na sexta-feira passada.

O consumidor alegou que foi parar no hospital com náuseas após ingerir a bebida. Ele diz que notou a havia um objeto que aparentava ser um bico dosador dentro do refrigerante.

O homem registrou um boletim de ocorrência e a polícia recolheu a garrafa de Pepsi com o material metálico.

Em sua defesa, a Ambev afirmou que o consumidor não comprovou qualquer dano causado pela ingestão do produto. Segundo a empresa, também não ficou comprovado que a empresa teria agido de maneira ilícita.

Entretanto, o magistrado da ação, Jorge Paulo dos Santos, considerou que a Ambev foi responsável por colocar o produto no mercado e também não provou que o objeto de metal não estava dentro da garrafa.

Ainda segundo o juiz, o consumidor reuniu provas suficientes durante o processo: o boletim de ocorrência, o depoimento das testemunhas e laudo pericial, que identificou o objeto como um tubo metálico de cor prateada, de 8,2 cm de comprimento e 1,1 cm de diâmetro.

"A ingestão de um produto contendo um objeto estranho é suficiente para gerar danos morais. Não se desconhece que, em face de tal fato, em geral, a sensação de nojo, náusea e repugnância é o que acomete o consumidor de imediato, além do indiscutível risco à saúde", registrou o magistrado.

A Ambev ainda pode recorrer da decisão. Procurada por VEJA, a empresa não retornou o contato até a publicação da matéria.





ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Parceiros
Blog do  Bozó Sul Bahia 1 - Notícias do Sul da BahiaGANDU LIVREGANDUZÃO

Copyright (c) 2022 - Gandu FM - Todos os direitos reservados
Converse conosco pelo Whatsapp!
site, tv, videos, video, radio online, radio, radio ao vivo, radio matutos, internet radio, webradio, online radio, ao vivo, musica, shows, top 10, music, entretenimento, lazer, áudio, rádio, música, promocoes, canais, noticias, Streaming, Enquetes, Noticias,mp3,Blog, Eventos, Propaganda, Anuncie, Computador, Diversão e Arte, Internet, Jogos, Rádios e TVs, Tempo e Trânsito, Últimas Notícias, informação, notícia, cultura, entretenimento, lazer, opinião, análise, jogos, Bandas, Banda, Novos Talentos, televisão, arte, som, áudio, rádio, Música, música, Rádio E TV, Propaganda, Entretenimento, Webradio, CD